Histórico
Fundado em 1997 pela atriz-diretora Rita Miranda (30 Anos dedicados ao Teatro), o Movimento Cia. de Teatro atua desde então junto à comunidade extremense, promovendo espetáculos que buscam não só o entretenimento da platéia, mas a educação ambiental e cultural.

A Cia. de Teatro é também de utilidade Pública Municipal e Estadual, e desenvolve vários projetos junto a Prefeitura Municipal, além de se destacar pelas suas produções. Realizou oficinas e mostras de teatro em parceria com o Conselho do Patrimônio Cultural e Artístico, que contou com a participação de artistas do peso de Denise Stoklos que marcou presença com workshop e espetáculo, vale a pena citar também oficina de percussão corporal com Fernando Barba(Barbatuques).
A Cia. trabalha de forma contínua, mantendo coerência em suas ações. Com projetos voltados para comunidade, com apresentações em praça pública, escolas da rede municipal e oficinas gratuitas. Sempre buscando a promoção, divulgação e valorização do teatro e da cultura brasileira.

Através da Lei Rouanet realizou tournée por 24 cidades mineiras com o Projeto “O Mambembe” – Teatro Itinerante. Desenvolve também projetos em parceria com o Departamento de Cultura e Turismo, com Dep. de Meio Ambiente “Educação Ambiental através do Teatro”(prêmios Minas Ecologia 2001,2002, 2003),com o Dep. De Educação Municipal “Projeto Formação de Platéia” (O Teatro vai à Escola – A Escola vai ao Teatro). E em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente realizou a “Oficina de Teatro e Dança de Rua”, durante 6 meses, no ano de 2007 e a “Oficina de Teatro, Circo e Batuques, durante 7 meses, no ano de 2008. Em 2009, tem o projeto Ponto de Cultura Arte em Movimento aprovado junto à Edital do Estado.
Espetáculos:
-”O Pequenino Grão de Areia” de João Falcão,
-”Entre Quatro Paredes” de Jean Paul Sartre,
-”Gêneses” de Fabinho Leme,
-”A Ver Estrelas” de João Falcão,
-”O Mágico de Oz” de Lyman Frank Baum,
-”Os Saltimbancos” de Sérgio Bardotti,
-”Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente,
-”O Mambembe – Teatro Itinerante” de Arthur Azevedo,
-”A Menina e o Vento” de Maria Clara Machado,
-”A Canção de Assis” de Júlio Fischer,
-“O Burguês Ridículo” de Molière,
-“Todo Mineiro tem uma Montanha nos Olhos” de Rita Miranda,
-“Cor de Chá” de Noemi Marinho,
-“A Dona da História” de João Falcão.
-“Esperando Godot - Fragmentos” baseado na Obra de Samuel Beckett
Direção: Rita Miranda.
Campanha de Prevenção e Higiene Bucal:
-”COPE” (1997 a 2002).
Criação e Direção: Rita Miranda.
Campanha de Educação para o Trânsito:
-”Educação para o Trânsito”.
Criação e Direção: Rita Miranda.
Educação Ambiental através de Teatro:
-Projeto de Reciclagem – Coleta Seletiva “O que é o que é o lixo?” (Prêmio Minas Ecologia 2001),
-Projeto Manejo de Sub-Bacias Hidrográficas – Água é Vida “Cantos d’água” (Prêmio Minas Ecologia 2002),
-Projeto Agenda 21 “Sustentável”,
-Projeto Corredores Ecológicos da Mantiqueira “Corredores Ecológicos”
-Projeto Rede de Cidades Potencialmente Saudável “Brasileiro”,
-Projeto 100% Extrema “Catavento”,
-Projeto Conservador de Água “Cantos d’água”.
Criação e Direção: Rita Miranda.
Teatro Empresarial:
-”Santa Segurança” de Djalma Lima,
-”Santa Qualidade de Vida” de Rita Miranda.
Direção: Rita Miranda.
Oficinas coordenadas pela Cia.:
-Oficina de Férias “Não fique à toa, atue!” (2000),
-Férias em movimento “Conta Contos” (2001),
-Oficina de Criação do Espetáculo “Auto da Barca do Inferno” (2002),
-Oficina “Arte na Praça” (2006),
-Oficina de “Teatro e Dança de Rua” (2007),
-Oficina de “Teatro, Circo e Batuques” (2008),
-Oficina de “Teatro, Circo, Batuques e o Ator e a Câmera” (2009).
Ponto de Cultura, 2011